Arquivar dezembro 2018

Feliz Natal e Feliz Ano Novo!

Agora que o ano está se despedindo, vamos esquecer o que não deu certo, perdoar a nós mesmos o que ficou por fazer e dizer, e todas as promessas que não foram cumpridas. Vamos dizer adeus ano velho, feliz ano novo!

O nosso desejo desejo é que todos possam entrar no ano novo com alegria e esperança no coração, sem arrependimentos, sem qualquer sentimento negativo. Um novo ano vai começar, e é tempo de renovar, recomeçar, de tentar novamente.

O que ficou por fazer, pode agora ser feito. O que ficou por sonhar, deve agora ser sonhado. Vamos fazer deste ano o melhor das nossas vidas, pois apenas depende de nós e a vida é o conjunto das nossas escolhas. 

Desejamos um Ótimo Natal e um Feliz Ano Novo!

Movimento de Vagas

Administração do Tribunal de Justiça definiu esta semana (17), as vagas que serão providas de imediato logo no início do ano. A lista inicial inclui  34 (trinta e quatro) TJA’s e 18 (dezoito) Analistas Jurídicos.

A maioria dos cargos serão providos primeiramente por remoção e caso não haja candidatos inscritos, serão preenchidas por nomeações.

Abaixo a relação das Comarcas contempladas com o cargo de Analista Jurídico e TJA’s e caberá à DGP verificar os critérios de preenchimento por remoção ou posse.

COMARCA TÉC. JUD. AUXILIAR ANALISTA JURÍDICO
Curitibanos 2 1
Ascurra 1  –
Anita Garibaldi 1  –
Capinzal  – 1
Trombudo Central 2 1
Abelardo Luz 2 1
Herval D’Oeste 2
Caçador 2 1
Itapema  – 1
Urussanga 2  –
Xanxerê 3  –
Porto Belo 2  –
Indaial 1  –
Videira 1  –
Jaraguá do Sul 3  –
Capivari de Baixo 1 1
Papanduva 1 1
Navegantes 3  –
Balneário Piçarras 1  –
Turvo 1 1
Içara 2 1
Meleiro 1 2
Imbituba  – 2
Anchieta  – 1
Joinville – Fórum Fazendário  – 2
Santa Cecília  – 1
34 18

É o momento de ficar de olho da carreira e nas vagas para quem pretende se movimentar dentro do Estado.

VPNI com data marcada para julgamento

A Diretoria da ATJ, juntamente com a AESC, ACOIJ, ACAPEJE e ACASPJ estiveram em diversas audiências no STF durante o ano de 2018 objetivando defender a VPNI.

No dia 14 de novembro de 2018, em audiência com o Dr Márcio  Antônio BoscaroJuiz Auxiliar do Ministro Dias Toffoli, Presidente do Supremo Tribunal Federal, este acolheu nosso pedido e enfatizou que a ADI seria julgada em definitivo no primeiro semestre do ano de 2019, com a publicação da pauta ainda neste mês de dezembro, como já havíamos mencionado em outras postagens.

Em audiência com o Ministro Alexandre de Moraes no dia 11 de outubro deste ano, este atendeu os representantes das Diretorias citadas, afirmando que levaria a julgamento a ADI 5441, dentro da maior brevidade e que a ADI estava liberada para julgamento. 

Nesta semana ocorreu a publicação da pauta, onde constou agendado o julgamento para o dia 08 de maio de 2019

2019 será um ano decisivo para muitos dos pleitos dos servidores, por isso, precisamos ficar atentos aos vários movimentos dentro da estrutura do judiciário.

Virada de Ano

Remoções e posse de novos Servidores aguardam estudos da Corregedoria e só devem ser concretizados no primeiro trimestre.

Isso já era esperado, tendo em vista que dar posse para novos servidores próximo ao recesso acarreta despesas sem a contrapartida de trabalho nesse período.

Hoje, são raras as comarcas que se encontram com o seu quadro completo, estimando a necessidade de mais de quinhentos novos servidores. Porém, com a chegada do e-Proc, nem de longe esse número será chamado, em virtude de que a administração aposta numa maior automação de processos e metodologias de trabalho compartilhado entre comarcas que se encontram menos sobrecarregadas.

Pagamentos de dezembro: Previsão para a folha normal no dia 20 de dezembro e da folha suplementar até dia 24, véspera de natal.

Como já informamos anteriormente, até esse momento, nenhum outro dinheiro extra está previsto

Agenda

A Lei que procurou equiparar o segundo assessor não proporcionou resultados positivos até agora para a categoria.

De acordo com nossas informações, isso só deve ocorrer durante o primeiro semestre de 2019.

Até o momento não há nenhuma informação de que haverá valores retroativos à data da publicação da Lei.

A ATJ havia pré-agendado uma audiência para este final de ano para discutir alguns assuntos. No entanto, com a aprovação dos novos valores para os magistrados, entendemos que é melhor deixar a administração fazer as contas, para no início do ano sim, debater as pendências que ficaram de 2018.

TJRS paga melhor para os cargos de segundo grau

O Tribunal do estado do Rio Grande do Sul realizará um novo concurso público já no primeiro semestre de 2019.

Segundo o TJ RS, o certame já está em fase de contratação da empresa organizadora.

O número de vagas que serão ofertadas para o cargo de Oficial de Justiça, Classe O (2º Grau) não foi divulgado. A exigência será apenas de nível médio completo.

Para o cargo de Oficial de Justiça, classe “O”, que exige apenas o segundo grau, conforme dito, a remuneração é de R$ 9.305,55”, informou a assessoria.

Esse é mais um argumento para levarmos na defesa de nosso pleito para os TJAs.

Veja AQUIhttps://blog.grancursosonline.com.br/concurso-tj-rs-oficial-justica/

Final de Ano

Tribunal de Justiça deverá concluir na próxima semana o pagamento dos 18 dias referentes à venda de férias e licenças, aos que preencherem os requisitos.

Esses 18 dias se referem ao complemento dos 12 dias já pagos anteriormente, completando-se assim o mês cheio, ou seja, 30 dias.

Para esse ano, até o momento, não há previsão de nenhum outro pagamento extra, tais como, vale-alimentação extra, que ficou conhecido como “Vale Peru”.

Pelas indicações até agora, com todas as promoções praticamente em dia, e as pendências com os aposentados sendo liquidadas, o ano de 2019 deverá ser um período em que apenas a reposição da inflação será contemplada para a categoria como um todo.

TIRO ERRADO. ALVO ERRADO.

Constam dos meios de informações que todos os Presidente dos Tribunais de Justiça do Brasil estariam reunidos no Auditório do Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça, aqui de Santa Catarina, nos dias 07 e 08 de dezembro de 2018. Veja aqui

Ao mesmo tempo, a DIRETORIA DA FENAJUD, composta pelos Sindicatos vermelhos que a tomaram de assalto e de forma ´truculenta`, com apoio da ´caravana vermelha do Sinjusc`, no inicio desse ano na cidade de Curitiba. Nesta mesma data (07/08),  fizeram reuniões na Sede do Sinjusc em Florianópolis, como se observa: https://bit.ly/2Uq1V2s

Não obstante, de forma inacreditável e absurda, toda essa turma ao invés de ir à Frente do Tribunal de Justiça oferecer manifestações, entregas de reivindicações diretamente a todos os Presidentes dos Tribunais do Brasil, foram às ruas de Florianópolis, panfletar e desfilar com cartazes defendendo grupos LBGT´s. Trabalhadores Rurais, Negros e outras bandeiras estranhas à pertinência temática estatutária do Sinjusc.

São bandeiras diversas e importantes, mas possuem associações e segmentos próprios que os defendem e o momento foi perdido, se houvessem atuações frente ao Tribunal de Justiça, com cartazes de ´ordem` e panfletagem a todos os Presidentes dos Tribunais de Justiça, a repercussão seria outra com projeções nacionais, inclusive na imprensa.

Ficam os questionamentos:

-Será que amarelaram?

-Quais são as bandeiras da Federação e do Sinjusc?

-Está tudo certo por aqui em Santa Catarina? temos plano de cargos condizente com as atividades hoje desenvolvidas?

-Não há falta de servidores?

-Essas bandeiras defendidas pelo Sinjusc são mais importante que os nossos direitos?

Fonte: https://maisjustica.wordpress.com/2018/12/08/tiro-errado-alvo-errado/

16% para quem?

A ATJ esclarece a todos que o noticiado aumento de 16% (dezesseis por cento) ao Judiciário, veiculado pelos meios de comunicações, é direcionado tão somente aos Magistrados e não beneficia os servidores.

Destacamos que os pensionistas e os aposentados do Judiciário  sem paridade, amargam quase um ano sem o recebimento da reposição que deveria ter ocorrido no mês de Janeiro de 2018.

Agradecemos o apoio da ACAPEJE e da AESC no engajamento da divulgação desses esclarecimentos.

Informação

 

Prezados Associados e associadas:

Devido a problemas no nosso gerenciador de: WhatsApp, Afiliações e Contatos (que tem a função de e-mail), os quais foram detectados recentemente e já foram resolvidos nesse início de semana, algumas informações solicitadas ainda não foram respondidas, mas estaremos regularizando até o final de semana.

Pedimos escusas pela demora no retorno.

Atenciosamente,

Diretoria da ATJ